Men Speaker

Parlathon 2018 - Congresso Nacional aberto ao hacker cidadão


Ganhe prêmios construindo uma visualização da trilha legislativa


Hackathon de 28 de junho a 1o de julho de 2018, na Campus Party Brasília, Estádio Mané Garrincha, Brasília - DF.


O Parlathon 2018 é o Hackathon organizado pela Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal que reunirá, durante o evento Campus Party Brasília 2018, hackers, desenvolvedores, programadores, designers, inventores e empreendedores interessados em competir numa maratona tecnológica para o desenvolvimento de aplicativos móveis ou WEB-responsivos que possibilitem ao cidadão comum: visualizar, compreender, acompanhar, mensurar e/ou projetar a tramitação de um ou mais projetos de lei.


Por onde o projeto de lei já passou? Por onde ele ainda deverá passar? Em condições normais, qual a expectativa de prazo até ser apreciado pelas instâncias previstas no processo legislativo? Estas são algumas das questões que o usuário deverá ser capaz de responder a partir da interface responsiva e acessível dos aplicativos vencedores do Parlathon 2018.


Leia o regulamento e inscreva sua equipe, composta de no máximo três membros, no período de 18 de maio a 28 de junho de 2018, por meio do formulário eletrônico.


As equipes inscritas no Parlathon 2018 deverão fazer uso de dados abertos oficiais providos pelas casas legislativas:



Como sugestão de preparação para a competição:




Estádio Mané Garrincha

SRPN - Asa Norte, Brasília - DF, 70070-701

Formulário de Inscrição

Preencha todos os dados abaixo para realizar a sua inscrição. Qualquer dúvida verifique o regulamento.



Regulamento do Parlathon 2018


1. Disposições gerais

1.1. O Parlathon 2018 é o Hackathon organizado pela Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal que reunirá, durante o evento Campus Party Brasília 2018, hackers, desenvolvedores, programadores, designers, inventores e empreendedores interessados em competir numa maratona tecnológica para o desenvolvimento de aplicativos móveis ou WEB-responsivos que possibilitem ao cidadão comum: visualizar, compreender, acompanhar, mensurar e/ou projetar a tramitação de um ou mais projetos de lei.

1.2. Este regulamento e todas as demais informações referentes ao Parlathon 2018 estarão disponíveis na Internet pelo endereço http://www.congressonacional.leg.br/parlathon.


2. Inscrição das equipes

2.1. A inscrição das equipes deverá ser realizada no período de 18 de maio a 28 de junho de 2018, exclusivamente pelo formulário eletrônico disponibilizado na Internet pelo endereço http://www.congressonacional.leg.br/parlathon.
(Período estendido até 28 de junho de 2018 em função do adiamento do evento Campus Party Brasília 2018)

2.2. Cada equipe deverá ser formada por até três membros, devidamente cadastrados no ato da inscrição.

2.3. Somente serão aceitas inscrições de equipes cujos membros sejam comprovadamente participantes do evento Campus Party Brasília 2018, não trabalhem na Câmara dos Deputados ou Senado Federal e não possuam vínculo de parentesco de até terceiro grau com servidores destas Casas Legislativas.
(Restrição ampliada para que não seja aceita inscrição de parentes de servidores com vínculo de até terceiro grau)


3. Participação na competição

3.1. Para o desempenho das atividades da competição, as equipes inscritas são responsáveis pelo provimento de computadores e demais recursos tecnológicos necessários ao desenvolvimento de seus aplicativos.

3.2. As equipes devidamente inscritas no Parlathon 2018 terão oportunidade de receber informações e orientações específicas durante o workshop de abertura (Parlathon Go), que será apresentado por servidores da Câmara dos Deputados e do Senado Federal na data e no local estabelecidos pela organização do evento Campus Party Brasília 2018.
(Datas e horários alterados em função do adiamento do evento Campus Party Brasília 2018)

3.3. A partir do término do workshop de abertura, as equipes inscritas terão trinta e seis horas para desenvolver um aplicativo móvel ou WEB-responsivo que permita ao cidadão comum: visualizar, compreender, acompanhar, mensurar e/ou projetar a tramitação de um ou mais projetos de lei, utilizando as plataformas de dados abertos da Câmara dos Deputados e do Senado Federal.
(Datas e horários alterados em função do adiamento do evento Campus Party Brasília 2018)

3.4. Durante o desenvolvimento e validação dos aplicativos, as equipes inscritas deverão considerar projetos de lei representativos da tramitação nas duas Casas Legislativas (Câmara dos Deputados e Senado Federal). Eis algumas sugestões:

  • projeto de lei iniciado na Câmara dos Deputados (PL 6488/16), revisado pelo Senado Federal (PLC 161/2017) e transformado em lei após sanção presidencial com veto parcial (Veto 9/2018);
  • projeto de lei iniciado no Senado Federal (PLS 82/2012), revisado pela Câmara dos Deputados (PL 4786/2012) e vetado integralmente pelo Presidente da República (Veto 32/2015).

3.5. Durante o prazo da competição, as equipes inscritas poderão consultar os mentores disponíveis na bancada do Parlathon 2018, no horário compreendido entre 9:00 e 22:00, para tirar dúvidas sobre:

  • plataforma de dados abertos da Câmara dos Deputados;
  • plataforma de dados abertos do Senado Federal;
  • etapas e órgãos envolvidos na tramitação de projetos de lei.


4. Apresentação das equipes

4.1. Encerrado o prazo da competição, as equipes deverão realizar uma apresentação sucinta da solução desenvolvida (pitch) à comissão julgadora, formada por servidores da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, durante o workshop de apresentação (Parlapitch), na data e no local estabelecidos pela organização do evento Campus Party Brasília 2018.
(Datas e horários alterados em função do adiamento do evento Campus Party Brasília 2018)

4.2. Durante as apresentações, as equipes deverão observar o tempo limite por apresentação (pitch) a ser comunicado no início do workshop de apresentação.
(Datas e horários alterados em função do adiamento do evento Campus Party Brasília 2018)

4.3. Finalizada a apresentação, a equipe deverá entregar à comissão julgadora link para download ou visualização de screenshots representativos da solução apresentada.

4.4. Ao final de todas apresentações, a comissão julgadora se reunirá para deliberar sobre as soluções apresentadas e enfim declarar a equipe vencedora, com base na avaliação dos seguintes quesitos técnicos:

  • capacidade de visualização cronológica da trilha percorrida por determinado projeto de lei nas duas Casas Legislativas;
  • presença de hyperlinks para páginas oficiais que contenham detalhamento dos marcos inseridos na trilha cronológica;
  • capacidade de visualização cronológica da trilha esperada, ainda a ser percorrida, por determinado projeto de lei nas duas Casas Legislativas;
  • simplicidade de utilização da interface de usuário;
  • criatividade/originalidade da solução;
  • clareza das informações apresentadas na interface de usuário.

4.5. Em caso de empate entre duas ou mais soluções, os seguintes critérios serão utilizados para desempate:

  • responsividade da interface, para uso em celulares e tablets;
  • qualidade do tempo de resposta da interface;
  • acessibilidade da interface, para portadores de deficiência auditiva ou visual;
  • precisão das informações exibidas na interface de usuário;
  • qualidade da apresentação da solução.

4.6. Uma vez notificado por e-mail e/ou celular, o representante da equipe vencedora terá um prazo de quatro horas para disponibilizar na Internet todo o código fonte da solução vencedora apresentada para a comissão julgadora e assinar um termo de cessão de direitos de uso para a Câmara dos Deputados e para o Senado Federal. O código fonte deve adotar uma licença que permita cópia, sem custo, da solução, mantidos os direitos autorais do autor (ex: MIT License).


5. Premiação da equipe vencedora

5.1. A premiação da equipe vencedora será realizada na data e no local designados pela organização do evento Campus Party Brasília 2018.
(Datas e horários alterados em função do adiamento do evento Campus Party Brasília 2018)

5.2. A equipe vencedora fará jus ao prêmio de três tablets Galaxy Tab de 16 GB de memória, desde que cumpridos os requisitos de cessão dos direitos de uso para a Câmara dos Deputados e para o Senado Federal, e da publicação do código fonte completo da solução vencedora apresentada para a comissão julgadora.